terça-feira, 30 de outubro de 2012

PCE Realiza Palestra na Área Macroeconomica




Nesta próxima quinta (01/11), o PCE (Progrma de Pós-Graduação em Economia UEM) realizará uma palestra na área da macroeconomia, com o Prof. Dr. José da Costa Oreiro, que tem experiência na área de Economia, com ênfase em Dinâmica Macroeconômica, atuando principalmente nos seguintes temas: acumulação de capital, crescimento econômico, autonomia de política monetária, taxa de juros e dinâmica não linear.

VII Ciclo de Seminários PCE

PALESTRA: "Um modelo macrodinâmico pós-keynesiano de simulação com consistência entre estoques e fluxos para uma economia aberta."

PALESTRANTE: Prof. Dr. JOSÉ LUÍS DA COSTA OREIRO, UnB

DIA: 1º/11/2012 – quinta-feira
HORÁRIO: 16h00
LOCAL: Auditório 1 – Bloco C-34

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

15º Edição da Mostra de Profissões acontece hoje (26) no Cesumar





15º Edição da Mostra de Profissões acontece hoje (26) no Cesumar
A 15ª edição da Mostra de Profissões acontece no dia 26 de outubro, no campus do Cesumar. 

O evento que é realizado anualmente pelos clubes de Rotary de Maringá e terá, este ano, mais de 90 profissões expostas para os jovens que estão na fase da escolha profissional.


A mostra é aberta à visitação do público em geral, porém tem como foco principal os estudantes do ensino médio. O evento é organizado de forma que os alunos possam visitar estandes de diversas profissões e ter contato com profissionais da área para colher informações e tirar suas dúvidas sobre campo de atuação, remuneração e as peculiaridades do dia a dia do trabalho em cada uma das carreiras.

 


A Mostra tem duração de 14 horas, com início às 8h30 e encerramento às 22h30. Dirigentes das escolas de Maringá e região que tiverem interesse em levar seus alunos devem entrar em contato com o Núcleo Regional de Educação, pelo telefone (44) 3218-7100.


Representam o Curso de Ciências Econômicas da UEM:
***O Centro Acadêmico de Economia em parceria com o Grupo PET Economia e a ADECON Empresa Júnior de Consultoria*** 


Ciências Econômicas UEM
O Curso de Ciências Econômicas da Universidade Estadual de Maringá foi criado juntamente com a então Faculdade Estadual de Ciências Econômicas de Maringá (FECEM), pela Lei Estadual no. 4.070, de 28 de agosto de 1959. Autorizada a funcionar pelo Decreto Presidencial no. 48.431, de 27 de junho de 1960, a FECEM foi instalada oficialmente em 20 de setembro de 1960, pelo então Governador do Estado do Paraná, Sr. Moisés Lupion. A implantação do primeiro curso da FECEM, Ciências Econômicas, deu-se no início de 1961. O reconhecimento do Curso foi conseguido através do Decreto no. 61.584 do Governo Federal. A incorporação do Curso à Universidade Estadual de Maringá ocorreu com a criação da mesma, pela Lei no. 6.034, sancionada em 06 de novembro de 1969, e pelo Decreto no. 18.109 do Governo do Estado do Paraná, de 28 de janeiro de 1970, No entanto, permaneceu sob o controle e denominação da Faculdade Estadual de Ciências Econômicas (FECEM) até o reconhecimento da Universidade Estadual de Maringá, em 11/05/1976, pelo Decreto Presidencial no. 77.583, e com a implantação da Reforma Universitária no mesmo ano (1976). 

O primeiro concurso público para contratação de docentes foi realizado em 16 de fevereiro de 1961. No primeiro ano de funcionamento do Curso, 1961, foram matriculados 27 alunos e a primeira colação de grau ocorreu em 14 de janeiro de 1965, com 14 diplomados que haviam concluído o Curso em 1964.

O curso de Ciências Econômicas da UEM voltou a alcançar a pontuação máxima na edição de 2012 e de 2013.


Em outubro, a UEM é cor-de-rosa




A UEM entra na campanha mundial pelo diagnóstico precoce e tratamento imediato do câncer de mama, o Outubro Rosa. As fachadas do Hospital Universitário e do Hemocentro ganharão luz cor de rosa. 


No Dia do Servidor, 28 de outubro, eles receberão laços no formato de infinito, uma lembrança de que o cuidado não deve parar nunca. Se diagnosticado cedo, a chance de cura da doença, sob tratamento adequado, é de 95%. O exame está disponível nas Unidades Básicas de Saúde. 

via UEM

Comunicação e Multimeios da UEM promove semana acadêmica





De 5 a 9 de novembro, a UEM vai receber convidados e promover diversas atividades. É o II Multicom – a Semana Acadêmica do curso de Comunicação e Multimeios. Este ano, o tema é Formas estabelecidas e práticas emergentes da Comunicação. A coordenadora do evento, professora Zuleika Bueno, diz que o tema é coerente com a proposta do curso, que tem como um de seus objetivos refletir sobre as formas de comunicação contemporâneas e suas narrativas.




“A semana acadêmica terá conferências, mesas redondas, palestras e mini-cursos voltados para a compreensão da comunicação como um processo que se manifesta nos  mais diversos meios, livros, fotografia, rádio, cinema, televisa, e das mais variadas formas, como a arte, o design, a publicidade, combinando elementos residuais e práticas emergentes na sua produção”, completa a professora.

A conferência de abertura está marcada para segunda-feira (5), às 13h30, com o tema Convergência e Novas Mídias. Será ministrada pela professora Geane Alzamora (UFMG). Na terça (6), no mesmo horário, será realizada a mesa redonda Publicidade e Convergência das Mídias, com as professoras Clotilde Perez (USP) e Iris Tomita (Unicentro). Quarta (7), mais uma mesa redonda, desta vez com o tema

A produção audiovisual contemporânea, reúne os professores Laura Loguércio Cánepa (Universidade Anhembi Morumbi) e Tiago Lenartovicz (Mestrando em Letras - UEM).

Quinta-feira, às 13h30, é dia de discutir Comunicação e Pesquisa de Mercado, com o professor Francisco Giovanni Vieira (UEM). Na sexta, no mesmo horário, está programada a conferência de encerramento Cinema, livros e televisão no Brasil, que será ministrada pela professora Sandra Reimão (USP).

A programação ainda conta com três mini-cursos – Criação sonora, Rádio e Televisão, e uma Mostra de Fotográfica. A participação é exclusiva dos acadêmicos do curso. As inscrições devem ser feitas até o dia 1º de novembro e o tema é livre. Cada aluno pode enviar até 4 fotografias. Tamanho 20x25. As imagens devem ser entregues já impressas para a acadêmica Fernanda Pasian. 

Toda a programação será realizada no Auditório do Bloco I-12. Inscrições de 29 de outubro a 5 do novembro, no site http://www.pad.uem.br/index.php?validacao. O valor é de R$ 10, 00. Elas devem ser feitas pelos acadêmicos e participantes que desejarem certificados.

via UEM

Jornada de Pedagogia debate Educação Básica em abertura no Nead




O professor da Universidade Federal Fluminense (UFF), Celso José da Costa, abriu, na noite de ontem (24), a 2ª Jornada do Curso de  Pedagogia a Distância da UEM, no Núcleo de Educação a Distância (Nead). Ele pediu mais "engajamento" da sociedade para melhorar a Educação Básica no Brasil. Segundo ele, existe um "fosso" entre os resultados da pesquisa e da Educação Básica que pode ser diminuído com mais ênfase na formação de professores. 

Celso José Costa, da UFF, em palestra no Nead


"O desafio da formação de professores para a educação básica é enorme", classificou. Até 2014, será necessário investir R$ 1,08 bilhão para formar 332 mil professores no país. Quase metade desse grupo (46%) estudará a distância.

Celso José da Costa é matemático. Foi coordenador do Curso de Licenciatura em Matemática a Distância da UFF, relator da comissão que criou a Universidade Aberta do Brasil (UAB) e diretor de Educação a Distância da CAPES.
Esta edição da jornada, com mais de 1,5 mil inscritos, traz à tona esse e outros importantes temas para pedagogos em 38 minucursos, como a violência nas escolas e tecnologias da educação. As aulas são transmitidas aos participantes via web.

No evento de abertura, o coordenador do curso de Pedagogia a Distância, professor Jorge Cantos, e a Diretora do Nead, professora Maria Luisa Furlan Costa, exaltaram os avanços da jornada, que registrou o dobro de inscritos, em relação ao ano passado. Destacaram, ainda, a importância da integração entre os cursos ofertados na modalidade a distância e presencial. Os estudantes acompanharam a abertura na plateia ou ao vivo, pelo sistema de webconferência, nos 22 polos espalhados pelo Paraná.  

Básico X pesquisa
"A educação (básica) é a prima pobre", considerou Costa, comparando-a com a pesquisa nacional. "Apesar de o Brasil ser o 13° em pesquisa no mundo, ser o 50° na educação é um fosso", completou. Segundo o docente, houve um salto no desenvolvimento científico, que começou na década de 1950, graças à Capes e ao CNPQ. 

Os esforços para acelerar o desenvolvimento da educação, porém, são mais novos, como  o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) e o Programa Universidade Aberta do Brasil (UAB), da Capes, e o Plano Nacional de Educação, que vigorará entre 2011 e 2020.

O plano tem pontos "exequíveis" e "utópicos", segundo o professor. Ele ressaltou, contudo, o benefício da utopia à sociedade. Um exemplo de passo possível do PNE é ter 75% de mestres e doutores no Ensino Superior. Já a Meta 17, de valorizar o magistério, pode esbarrar no orçamento apertado dos governos. Para elevar os salários dos professores em R$ 1 mil, calculou, seria preciso que a participação da educação no PIB saltasse dos atuais 6% para 12%.

Ele lembrou, no entanto, que tramita no Congresso projeto de lei que amplia esse percentual para 10%. O dinheiro extra sairia do recebimento de royalties da exploração de petróleo do Pré-Sal. "(para ser um bom professor), Só a vocação não nos leva a frente (...) Precisamos gostar e conhecer mais do que temos que ensinar, e gostar de ensinar".

Na abertura da Jornada de Pedagogia, o reitor foi representado pela pró-reitora de Ensino, Ednéia Regina Rossi. Também participaram da cerimônia: a diretora do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCH), Nerli Nonato Ribeiro Mori; o chefe do Departamento de Fundamentos da Educação, professor Henrique Manoel da Silva; a professora Tânia dos Santos Alvarez da Silva, representante da chefia do Departamento de Teoria e Prática da Educação; a coordenadora do curso de Pedagogia presencial do câmpus-sede, professora Heloisa Toshie Irie Sato; e a coordenadora do curso de Pedagogia presencial do câmpus de Cianorte, professora Eloisa Elena Silva.



Na sexta-feira (26), a professora do programa de Doutorado em Educação da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Gláucia da Silva Brito, encerra a jornada com palestra sobre a tecnologias na educação.


via UEM

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

CVU divulga perfil socioeconômico dos candidatos do Vestibular de Verão e PAS 2012





A maioria dos candidatos do Vestibular de Verão 2012, da Universidade Estadual de Maringá (UEM), é mulher (56,3%), tem 17 anos (36,6%), é branca (75%) e paranaense (76%). 34,9% dos inscritos moram em Maringá e 37,2% em outra cidade da região noroeste do Paraná. São Paulo é o estado que enviará o maior número de pessoas para as provas (11,8%), que serão aplicadas de 9 a 11 de dezembro.Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (19), pela Comissão Central de Vestibular Unificado (CVU) da UEM, com base em respostas a questionários de múltipla escolha aplicados no momento da inscrição. 

As informações oferecidas pelos candidatos ainda mostram que a maior parte deles fez o ensino fundamental (53%) e o médio (50,9%) na escola pública, e não frequentou pré-vestibular (54,4%). Os pais cursaram até o ensino médio e sua renda familiar fica entre três e cinco salários mínimos (28,6%). Sobre a família, a maioria tem casa e veículos próprios (53,8%).  

A análise do questionário socioeconômico aponta ainda que 16,2% dos candidatos são de cor parda. Os indígenas representaram 0,1% dos concorrentes. Outros 6,1% declararam ser de cor amarela e 2,5%, preta.  

Essas são as características da maioria dos 16.903 inscritos no concurso. O resultado sai no dia 4 de janeiro. A matrícula dos aprovados no limite das vagas no Vestibular de Inverno/2012 e no Vestibular de Verão/2012 será realizada de 5 a 7 de janeiro de 2013, exclusivamente pela internet, em www.daa.uem.br. O início das aulas será em fevereiro de 2013. 


PAS
Também foi divulgada a análise do questionário socioeconômico referente ao Processo de Avaliação Seriada (PAS) da UEM. A maioria dos candidatos do PAS 2012 é mulher (60,7%), é branca (77,5%) e paranaense (74%). 21,3% dos inscritos moram em Maringá e 36,4% em outra cidade da região noroeste do Paraná. São Paulo é o estado que enviará o maior número de pessoas para as provas (16,3%), que serão aplicadas em 18 de novembro.

As informações oferecidas ainda mostram que os pais dos candidatos cursaram até o ensino médio e sua renda familiar fica entre três e cinco salários mínimos (27,0%). Sobre a família, a maioria tem casa e veículos próprios (55,1%).  

A análise do questionário socioeconômico aponta ainda que 15,5% dos candidatos são de cor parda. Os indígenas representaram 0,2% dos concorrentes. Outros 5,3% declararam ser de cor amarela e 1,6%, preta.  

Essas são as características da maioria dos 24.754 inscritos nas três etapas do concurso. O resultado será divulgado no dia 4 de janeiro. Os aprovados da terceira etapa deverão efetuar a matrícula de 5 a 7 de janeiro. Outras informações pelo fone (44) 3011-4450, site http://www.pas.uem.br/ ou e-mail pas-uem@uem.br.

via UEM

UEM divulga concorrência do Vestibular de Verão 2012





O Vestibular de Verão 2012 da Universidade Estadual de Maringá (UEM) tem 16.903 inscritos, pouco mais que o concurso do ano passado, que teve 16.634 candidatos. Cotistas somam 3.353 candidatos. O curso mais concorrido, como de costume, é o de Medicina, com 156,8 candidatos por vaga (101,3 cotistas) — aumento de quase 14% em relação ao ano passado (137,6).
A disputa é por 1.536 vagas em cerca de 60 cursos nos câmpus de Maringá (PR), Cianorte, Umuarama, Cidade Gaúcha, Goioerê e Ivaiporã.  Há reserva de 20% de lugares para cotistas (estudantes de escolas públicas e que têm renda familiar per capita de até um salário e meio). As provas serão entre os dias 9 e 11 de dezembro.

O resultado das provas será publicado no site www.vestibular.uem.br, no dia 4 de janeiro, a partir das 10 horas. A matrícula dos candidatos aprovados no limite das vagas no Vestibular de Inverno/2012 e no Vestibular de Verão/2012 será realizada de 5 a 7 de janeiro de 2013, exclusivamente pela internet, em www.daa.uem.br. O início das aulas será em fevereiro de 2013.  


via UEM

Obras de restauração do Museu da Bacia do Paraná





Após passar por um complexo processo de restauração, o Museu da Bacia do Paraná (MBP) teve suas obras entregues nesta sexta-feira (19). Além do tratamento adequado da madeira da edificação, realizado por especialistas e carpinteiros, o MBP recebeu nova pintura com tinta esmalte com as cores originais, e adquiriu barras de apoio para as rampas de acesso, cadeiras de rodas e equipamentos necessários para a adaptação dos banheiros para pessoas com deficiência física. O MBP também passou por reparos na parte hidráulica e elétrica, no telhado (que teve peças trocadas pelas originais), e foi todo higienizado e impermeabilizado, tanto na sua sede como nos dois blocos anexos, onde se situa a reserva técnica do acervo.



No total, foram gastos R$ 35.740,00 em verbas, dos quais R$ 3.000,00 derivaram dos recursos de manutenção semestral do próprio museu e R$ 2.740,00 da Associação Amigos do Museu (AAMBP). Os outros R$ 30.000,00 foram conquistados por meio do projeto Acessibilidade e Inclusão Social no MBP, de autoria da coordenadora do Museu, professora Sandra Pelegrini, premiado pelo Edital Modernização de Museus 2011 – Microprojetos, promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus, órgão do Ministério da Cultura.

Já estão sendo organizadas duas novas exposições para a reabertura do MBP ao público, que será no próximo dia 29. A primeira, intitulada "Pintando e bordando no museu", irá expor telas, tapetes e camisetas, elaboradas por pacientes do Centro de Atendimento Psicossocial de Maringá, fruto de um projeto de extensão coordenado pela psicóloga Raquel Barros e pela professora Sandra Pelegrini, responsável pelo Museu. A outra exposição, chamada Memórias vivenciadas: percepções sensoriais e espaços de sociabilidade (1901-1970), reconstituirá diferentes ambientes de uma casa típica do início da ocupação do Paraná, reunindo utensílios domésticos sofisticados das elites e dos trabalhadores do campo, seus instrumentos agrícolas e pertences. As exposições estarão abertas ao público até o dia 15 de dezembro.


O MBP existe há mais de 30 anos e recebe uma média de 600 visitantes por mês, com distintas faixas etárias e níveis de escolaridade, todos interessados em conhecer o mais completo acervo do processo de ocupação da área rural e da urbanização da região. O Museu também é o guardião de documentos da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná, responsável pelo loteamento e transações imobiliárias entre as décadas desde 1930 (teodolito, nível, bússolas, altímetro, negativos, fotografias, livros de contabilidade da empresa, documentos pecuniários, entre outros).

A proposta da coordenadora do Museu, professora Sandra Pelegrini, é de “continuar a estreitar os laços com a população residente em Maringá e região, que já está se concretizando mediante a criação da Associação Amigos do Museu da Bacia do Paraná (AAMBP), organização de projetos de extensão e de eventos que atendam a proposta de inclusão social, acessibilidade e educação patrimonial, por meio do fomento de ações educativas e culturais". A professora destacou que outros projetos serão inscritos nas próximas edições dos prêmios do IBRAM e outras entidades. Porém, segundo Sandra Pelegrini, “o mais importante é que a comunidade universitária e demais cidadãos percebem a importância da preservação das memórias para as futuras gerações”. Mais informações sobre o Museu da Bacia do Paraná pelo telefone: (44) 3011-4294 ou 3011-4554. 

via UEM

BCE comemora Semana Nacional do Livro e da Biblioteca





Em comemoração a Semana Nacional do Livro e da Biblioteca, a Biblioteca Central (BCE) estará promovendo entre os dias 22 e 27 deste mês, a “Semana do Perdão”. 

Todo usuário que estiver com livros em atraso poderá devolvê-los sem pagamento de multa ou qualquer outra penalidade. Os usuários que estiverem com multas pendentes poderão ser abonados. Para isto basta dirigir-se ao balcão de empréstimo da Biblioteca Central, neste período. 

A Semana Nacional do Livro e da Biblioteca é comemorada em todo país no mês de outubro, sendo instituída pelo Decreto nº 84.631, em 9 de abril de 1980. Nesta data, também se comemora o aniversário da Fundação Biblioteca Nacional.


via UEM



sexta-feira, 19 de outubro de 2012

CineEconomia apresenta: "Belo Monte, Anúncio de uma Guerra"



SINOPSE

“BELO MONTE, ANÚNCIO DE UMA GUERRA”
Documentário sobre a maior obra de engenharia do país da atualidade, na qual depoimentos a favor e contra Belo Monte apontam para um desastre do ponto de vista ambiental, econômico e social.

Belo Monte é uma usina hidrelétrica que o governo pretende instalar no coração da Amazônia, na Volta Grande do rio Xingu na cidade de Altamira, Pará. O documentário “Belo Monte, Anúncio De Uma Guerra” é um projeto independente e coletivo a respeito desta obra, que foi filmado durante 3 expedições à região do rio Xingu. Trata-se de material riquíssimo sobre os bastidores da mais polêmica obra planejada no Brasil, com imagens de alto impacto e entrevistas com os principais envolvidos na obra, incluindo lideranças indígenas (como o Cacique Raoni e Megaron), o Procurador da República (Dr. Felício Pontes), o Presidente da FUNAI (Márcio Meira) e políticos locais a favor da construção da Usina.




A CAMPANHA

via Organizadores do Documentário

 

"Depois de dois anos fazendo filmagens nos arredores do Rio Xingu e onde mais a questão de Belo Monte é latente, era necessário editar e finalizar o documentário (pós-produção). 
 No Brasil, a fase de pós- produção geralmente é a mais cara de um filme e, em se tratando de uma iniciativa independente, foi necessário apostar na criatividade para conseguir recursos e concluir o filme.

Assim, optamos pelo crowdfunding (financiamento coletivo) para levantar recursos. Muito embora o orçamento real do filme superasse o valor de R$ 370 mil, fizemos uma campanha, através da plataforma do site Catarse, para arrecadar R$ 114 mil em 30 dias.
Por meio desta plataforma, os internautas podiam assistir ao nosso vídeo promocional, doar valores para a edição e finalização do filme e receber contrapartidas como: créditos no filme, acesso antecipado ao conteúdo do filme, fotografias do Diretor, pôsters e obras de arte.

A campanha foi ao ar em 21 de novembro de 2011 e, surpreendentemente, em 6 de dezembro já havíamos arrecadado os R$ 114 mil, através de 2.793 apoiadores. A esta altura, muito embora a campanha ainda não tivesse acabado (seguia até 21 de dezembro), já havíamos atingido a marca de maior caso de financiamento coletivo do Brasil, com o maior valor arrecadado e o maior número de apoiadores. Ao final da campanha, foram doados R$ 140 mil através de 3.429 apoiadores.

Ficamos muito comovidos com o sucesso da campanha, seja pelo número de apoiadores, seja por sua repercussão na mídia. Este resultado nos dá a pista do futuro do cinema independente que, com o apoio popular, poderá tratar de assuntos delicados e polêmicos sem estar vinculado a qualquer interesse político"

FICHA TÉCNICA:
Direção: André D’Elia
Produção Executiva: André D’Elia e Bia Vilela
Direção de Produção: André D’Elia, Bia Vilela e Mauro Moreira
Direção de Fotografia: Rodrigo Levy Piza e Federico Duenas
Direção de Som: Teo Villa e Diego Depane
Fotografia Still: André D’Elia, Rodrigo Levy Piza, Federico Duenas, André Souza, Mauro Moreira,
Laura Del Rei e Thiago Mundano
Montagem:
Mauro Moreira
Trilha sonora: Beto Villares
Assistência de montagem: André Souza
Assistência de câmera: André Souza
Comunicação e Marketing: Caio Tendolini, Digo Castello Branco, Daniel Joppert, Thiago
Mundano
Grafite: Thiago Mundano
Pôster: Marcos Rodrigues
Consultor de conteúdo: Céu D’Ellia
Site: William Fachineti
Empresa produtora: Cinedelia
Co-produção: Duca Filmes e Cinepro


UEM faz parceria com Universidade Sueca





A Universidade Estadual de Maringá (UEM) recebeu uma missão sueca com 10 alunos de doutorado e dois docentes, da Lünd University, sendo que nove alunos são da área de Ecologia Aquática e um é de geomorfologia. O grupo vai trabalhar dentro do acordo de cooperação já aprovado com a instituição sueca.




A missão foi recebida pelo coordenador do projeto com a instituição sueca, professor Sidnei Magella Thomaz e pelo professor Luiz Carlos Gomes, ambos do Nupélia.

Estiveram presentes à apresentação da UEM, que aconteceu no auditório da Fadec, a assessora de cooperação internacional, professora Evanilde Benedito e o responsável pelos programas internacionais, professor Domingos Vaulei Mariucci. Mais detalhes falar com o professor Luiz Carlos, ramal 4662 (NUP) ou email lcgomes@nupelia.uem.br.

A parceria da UEM com a Lünd University começou há dois anos, quando o então doutorando em ecologia e ambientes aquáticos continentais, Roger Paulo Mormul foi fazer parte do doutorado na universidade sueca, e apresentou a UEM para eles.

via UEM

II Ciclo de Palestras de Cultura Clássica: política, retórica e história






O Departamento de Filosofia (DFL) da UEM realiza, nos dias 6 e 7 de novembro, o II Ciclo de Palestras de Cultura Clássica: política, retórica e história, no Auditório do Bloco H-35, localizado no câmpus-sede. O evento pretende ser uma oportunidade especial de troca de conhecimentos sobre cultura clássica greco-romana, cuja natureza é interdisciplinar, mediante a convergência de enfoques das Letras Clássicas e da História Greco-romana, em proveito das pesquisas em Filosofia Antiga.

O objetivo é despertar na comunidade acadêmica e em geral o interesse pela Filosofia e mais especificamente pela Filosofia Antiga, além de proporcionar a atualização e reciclagem de conhecimentos entre os pesquisadores de Filosofia, Letras Clássicas e História Antiga, os respectivos alunos de graduação e pós-graduação, bem como os professores de Filosofia e áreas afins do ensino médio, em âmbito regional e nacional.
Confira a programação completa:

Terça-feira, 06 de Novembro
08h30 - Abertura
09h00 - Palestra: "Os prólogos dos diálogos de Platão: entre retórica e história" Prof. Dr. Gabrielli Cornelli (UNB)

10h00 - Palestra: "Do rhétor à retórica nos V e IV séculos a.C." Prof. Dr. Adriano Machado Ribeiro (USP)
11h00 - Debate

Quarta-feira, 07 de Novembro

08h30 - Continuação
09h00 - Palestra: "A política em Plínio" Profa. Dra. Renata Lopes Biazotto Venturini (UEM)

10h00 - Palestra: "A retórica nas artes do Trivium no séc. XII" Prof. Dr. Andrey Ivanov (UNESP)
11h00 - Debate
11h30 - Encerramento

As inscrições, no valor de R$ 15, devem ser feitas na Secretaria do DFL até o próximo dia 6. 

Mais informações pelo site http://www.dfl.uem.br/index.php/ii-ciclo-de-palestras-de-cultura-classica ou pelo telefone: (44) 3011-8983. 

via UEM

UEM participa da Inovatec Paraná 2012






Teve início, no último dia 16, e encerrou ontem dia 18, em Curitiba, a Inovatec Paraná 2012 - Feira Paranaense de Negócios em Inovação Tecnológica entre Empresas, Centros de Pesquisa e Universidade. O evento é resultado de uma parceria entre a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná (SETI), Federação das Indústrias do Estado do Paraná (FIEP) e PUC Paraná.

Trata-se do maior evento do estado, que objetiva reunir num mesmo ambiente, centenas de pesquisadores das universidades, centros universitários e institutos de pesquisa que desenvolvem projetos de conteúdo inovador com empresas de vários segmentos do setor produtivo, além de órgãos governamentais.

A UEM participou do evento com um stand, para divulgar as patentes e serviços tecnológicos desenvolvidos por seus pesquisadores. Dentre as diversas visitas que o stand recebeu, destaca-se a de representantes de Ciências, Inovação e Educação Superior do Consulado Geral da Dinamarca, que demonstraram interesse nos trabalhos desenvolvidos na UEM, e devem, em breve, visitar a Universidade, com a possibilidade de estabelecimento de parcerias, inclusive para intercambio.

Mais informações sobre a Inovatec Paraná 2012 - Feira Paranaense de Negócios em Inovação Tecnológica entre Empresas, Centros de Pesquisa e Universidade no site: www.inovatecparana.com.br. 

via UEM