quinta-feira, 26 de abril de 2012

Grupo PET Economia apresenta: "Um longo amanhecer" Cinebiografia de Celso Furtado


Sinopse 
Uma análise das idéias do economista Celso Furtado e de sua participação em diversos projetos realizados no Brasil.

Ficha Técnica 
Título Original: O Longo Amanhecer - Cinebiografia de Celso Furtado.
Origem: Brasil, 2007.
Direção: José Mariani.
Roteiro: José Mariani.
Produção: João Vargas e José Mariani. 
Fotografia: Guy Gonçalves.
Edição: Helena Lent e José Mariani.
Música: Aluísio Didier.


*vale 2 horas acadêmica complementar




quarta-feira, 25 de abril de 2012

Assembleia Geral de Estudantes de Economia constrói Pauta de Reivindicações a ser entregue aos próximos Diretores do CSA






Conforme Edital divulgado em nosso Blog ( Edital de Convocação de Assembléia ) o Centro Acadêmico de Economia da Universidade Estadual de Maringá realizou na última quarta-feira nas dependências do Bloco C-34  mais uma Assembleia Geral dos Estudantes com o intuito de construir uma Pauta de reivindicações a serem cumpridas pela próxima Gestão de Direção do Centro de Ciências Aplicadas (CSA).

Seguindo o nosso Estatuto aprovado em Assembleia Geral de Estudantes:

Capítulo IV - Da organização e do Funcionamento da Entidade
Seção I - Da Assembléia Geral
Art. 11 - A Assembléia Geral é instância máxima de deliberação da entidade. 

A convocação de Assembleia Geral já se tornou uma marca do Centro Acadêmicos de Economia que entende ser essa um instrumento Democrático de decisão. Ao ouvir os acadêmicos do Curso a Gestão da entidade Pauta suas ações e se aproxima de sua base que representa. 

Não tem como um Centro Acadêmico falar em Democracia sem antes ser efetivamente Democrático. As Assembleias de Curso faz com que as decisões sejam descentralizadas e conservam uma real mobilização dos acadêmicos, sendo essa uma condição necessária para buscarmos o cumprimento de nossas reivindicações. 


Pautas construídas em nossa Assembleia Geral de Estudantes:

1) Ampliação do número de Bolsas para Monitoria;

2) Buscar junto aos Conselhos Superiores a paridade dos votos nas eleições de Departamento, Centro e Reitoria;

3) Reconhecimento das Associações Atléticas dentro do Centro de Ciências Aplicadas e buscar junto aos Conselhos Superiores o seu reconhecimento por parte de toda Universidade Estadual de Maringá;

4) Revitalização do Auditório Ney Marques;

5) Buscar junto aos Conselhos Superiores o acompanhamento e cumprimento das Pautas da Ocupação Manuel Gutiérres 


6) Ar condicionado nas Salas de Aula, Laboratórios e Auditórios

7) Recomposição do quadro docente;

8) Recomposição do quadro técnico

9) Ampliação e implementação da Pós Graduação;

10) Aquisição de livros, revistas e periódicos

11) Aumentar o número de Bolsas de Pesquisa, Ensino e Extensão;

12) Maior apoio aos eventos e viagens acadêmicas.

13) Manutenção permanente do diálogo com as entidades discentes.

14) Incentivo em atividades entre os cursos no intuito de fomentar a Pesquisa, o Ensino e a Extensão;

15) Equipar todas as salas de aula com computadores (acesso a internet), kit multimídia;

16) Reformulação do site do CSA;

17) Transparência na Administração, disponibilização dos gastos, Resoluções, Portarias, etc,  no site;

18) Política de Assistência Estudantil.



CENTRO ACADÊMICO DE ECONOMIA - UEM

"DEMOCRÁTICO TODOS OS DIAS"




Entregaremos essa Pauta nas mãos dos próximos Diretores na próxima Reunião do Conselho Interdepartamental do CSA (Lembrando que possuímos uma cadeira lá nessa Gestão (Portaria 001/2012-CSA - Presidente do CAECO toma Posse como Conselheiro suplente do Conselho Interdepartamental do CSA) e usaremos de nossa Representatividade, Legitimidade e de todos os instrumentos historicamente usados pelo Movimento Estudantil para que a mesma seja cumprida, uma vez que visa claramente a melhoria do nosso CSA.

domingo, 22 de abril de 2012

Eleições CSA 2012: Comissão Eleitoral responde Ofício do Centro Acadêmico de Economia




Na última sexta-feira (20 de abril de 2012) o Centro Acadêmico de Economia da Universidade Estadual de Maringá encaminhou para a Comissão Eleitoral Instituída pela Portaria nº 002/2012 - CSA que normatiza o processo eleitoral para a Eleição de Diretor e Diretor Adjunto do Centro de Ciências Sociais Aplicadas um Ofício solicitando que a mesma se manifestanta-se em relação ao Debate Eleitoral organizado pelo Centro Acadêmico Horácio Raccanello Filho (CAHRF) (Direito-UEM). 

É válido recordar no nosso Blog Ofício enviado para a Comissão Eleitoral do CSA a nossa Nota completa.

Desde já agradecemos a referida Comissão Eleitoral pela prontidão na resposta.

Na visão do nosso Centro Acadêmico cabe a Comissão Eleitoral, composta por representantes dos Professores, Funcionários e Acadêmicos normatizar e conduzir todo o processo eleitoral, de maneira neutra e legítima. Diante desta prerrogativa entendemos que cabe a referida Comissão Eleitoral organizar um Debate Eleitoral, que como historicamente reconhecemos ser esse um espaço importante de confronto de ideias e da Democarcia.

Contudo, para que um Debate seja Democrático ele deve ser construído de forma Democrática, o que no nosso entender não foi o que aconteceu. Na Nota citada acima (link) explicitamos todo o processo de sua construção.

Reconhecemos o direito do  Centro Acadêmico Horácio Raccanello Filho (CAHRF) (Direito-UEM) de organizar tal evento, inclusive, da forma como ele achar que seja adequado, seja, como foi, excluindo desse processo os acadêmicos de Ciências Econômicas da nossa Instituição, representados legitimamente por nosso Centro Acadêmico e os demais, uma vez que em seu Convite consta a sua exclusiva promoção.

Interpretamos que a nossa Soberania também foi desrespeitada ao constar no meios de comunicação os acadêmicos de Ciências Econômicas, cuja representação compete a nós e sob interpretação subjetiva podemos entender que fazíamos parte de sua organização (do Debate). Se não bastasse, na mesma sexta-feira nos deparamos com isso:



Mesmo sabendo desde quarta-feira (18 de abril de 2012) que não concordávamos com a forma que se dava a organização do Debate Eleitoral o  Centro Acadêmico Horácio Raccanello Filho (CAHRF) (Direito-UEM) publicou no nosso mural do facebook o visível Convite, nos vinculando de maneira indevida, novamente e nos desrespeitando enquanto entidade representativa.

O Centro Acadêmico Horácio Raccanello Filho (CAHRF) (Direito-UEM) sabia da dificuldade da participação de umas das Chapas no seu Debate Eleitoral (devido a conflito de Agenda), ainda assim insistiu na data proposta, sendo que consta em seu Regimento para o Debate:


Da ocorrência do debate
O Debate Eleitoral terá início havendo ao menos 1 (uma) das chapas, mesmo que com apenas 1 (um) representante.

ou seja: A real discussão que se dá pelo Debate de ideias estava comprometida desde a semana passada, ainda assim, houve a insistência na data. O Regimento normatizou um Debate de uma Chapa apenas, por intermédio de suas Regras e em função do contexto que mencionamos acima.


Segue o Ofício nº 002/2012 - da Comissão Eleitoral Instituída pela Portaria nº 002/2012 - CSA que normatiza o processo eleitoral para a Eleição de Diretor e Diretor Adjunto do Centro de Ciências Sociais Aplicadas:


Como a Comissão deixa claro:

"... informamos que o Debate Eleitoral organizado pelo Centro Acadêmico Horácio Raccanello Filho (Direito UEM) NÃO É DE COMPETÊNCIA DESSA COMISSÃO ELEITORAL, SENDO DE INICIATIVA PRIVATIVA DO REFERIDO CENTRO ACADÊMICO".

Como já apontamos:

1) O Debate Eleitoral não foi construído de maneira Democrática;

e agora, 

2) A Comissão destaca a sua não participação na organização, sendo que na nossa já destaca leitura caberia a ela a prerrogativa de normatizar o pleito com o intuito de não ocorrer os desvios de neutralidade, como ocorreu.

Concluímos e nos manifestamos:

NÃO RECONHECEMOS ESSE DEBATE ELEITORAL. 

Diante de tais acontecimentos em Reunião Extraordinária do nosso Centro Acadêmico realizada na sexta-feira às 17h30, foi deliberado que:

Todos os membros da Diretoria e Colaboradores estão liberados para declarar apoio para qualquer uma das Chapas concorrentes. Anteriormente havíamos deliberado neutralidade.

Somos um Centro Acadêmico de índole pacífica e Democrática, contudo, não admitimos o desrespeito da nossa Soberania por entender que ela é uma das bases do Estado de direito que achamos crucial para as relações institucionais.

Respeitamos o Centro Acadêmico Horácio Raccanello Filho (CAHRF) (Direito-UEM)  com quem mantivemos durante a nossa Gestão sempre uma ótima relação, que queremos manter.

Estamos a disposição de qualquer esclarecimento e aberto para o Debate.

Aos nosso Acadêmicos que representamos fica o prometido esclarecimento diante dos fatos e a manutenção da nossa Soberania.





Edital de Convocação de Assembléia - CAJJS


O Centro Acadêmico de Economia "José James da Silveira" - CAJJS vem por meio deste convocar os acadêmicos do curso de Ciências Econômicas da UEM para a ASSEMBLEIA a se realizar no dia 23 (vinte e três) de abril de 2012, segunda-feira, às 18:30 horas, no anfiteatro (sala 013) do Bloco C 34 (Bloco de Economia), com a seguinte ordem do dia: 


1) Pauta de Reivindicação a ser entregue aos Candidatos a Diretor e Diretor Adjunto do CSA.


Destaca-se a importância da presença dos acadêmicos nesta fase de eleições, uma vez que o Curso de Ciências Econômicas faz parte do CSA e é dever do Acadêmico participar do processo eleitoral.


sexta-feira, 20 de abril de 2012

Ofício enviado para a Comissão Eleitoral do CSA





Ontem pela noite e hoje pela manhã estivemos em sala de aula prestando esclarecimentos em relação ao Debate organizado pelo Centro Acadêmico de Direito. Como nos manifestamos, o mesmo se deu de forma anti-democrática e no nosso entendimento desrespeitou a Soberania do Centro Acadêmico de Economia como entidade máxima de representação dos acadêmicos do nosso curso.

Encaminhamos hoje o Ofício que segue completo abaixo para a Comissão Eleitoral do CSA e estamos aguardando o seu posicionamento.

Estamos muito chateados que uma eleição tão importante tome um rumo desse tipo e que envolvam o nosso Centro Acadêmico. Iremos nos posicionar de maneira firme e legítima para que a nossa Soberania seja preservada.









Maringá, 20 de abril de 2012


A Comissão Eleitoral,


Como é de conhecimento da comunidade acadêmica e externa o nosso Centro passa por um período eleitoral, onde na próxima quarta-feira (25 de abril) teremos a oportunidade de eleger o próximo Diretor e Diretor Adjunto do CSA (Centro de Ciências Sociais Aplicadas).

Dentro desse processo eleitoral encontra-se situada a referida Comissão Eleitoral, tendo como componentes representantes dos Professores, Técnicos e Discentes. Sendo essa eleita para normatizar de forma neutra o pleito eleitoral. Diante dessa prerrogativa viemos por meio desse nos manifestar.

Em Assembleia Geral dos Estudantes de Ciências Econômicas desta Universidade fora aprovado o Estatuto da nossa entidade, tendo sua legitimidade assegurada pelas instâncias superiores de nossa Instituição de Ensino, tendo em seu primeiro artigo:

Art.1 - O Centro Acadêmico de Economia, entidade civil sem fins lucrativos, partidários ou religiosos, com sede e foro nas dependências do campus sede da UEM, situado na Avenida Colombo, nº 5790, Bloco F-05, Jardim Universitário - CEP 87020-900, na cidade de Maringá, no estado do Paraná, é entidade máxima de representação, coordenação e orientação do corpo discente do curso de Ciências Econômicas da Universidade Estadual de Maringá.

                Diante dessa determinação temos a legitimidade de representar os acadêmicos de Ciências Econômicas da Universidade Estadual de Maringá perante as instâncias que se fizerem necessária, como no caso a referida Comissão Eleitoral.

Fomos procurados pelo representante do Centro Acadêmico Horácio Raccanello Filho - Direito UEM para construirmos conjuntamente um Debate Eleitoral entre as Chapas concorrentes, iniciativa que parabenizamos por possibilitar a democratização do processo, embora o mesmo não seja democrático já que não temos assegurado o direito ao voto universal. Ficamos felizes pelo convite e tivemos uma conversa com o representante do referido Centro Acadêmico com o intuito de elaborar as normas do Debate, bem como a sua data, local e horário. Contudo, fomos surpreendidos ao saber que toda a estruturação do mesmo já estava pronta e que as duas Chapas por intermédio de Oficio já haviam recebido tais informações.

Diante disso solicitamos que a proposta de realização do Debate Eleitoral fosse encaminhada a referida Comissão Eleitoral com o intuito de normatizar o mesmo, encontrar uma data, horário e local para que as duas Chapas pudessem participar e que os acadêmicos de Ciências Econômicas pudessem ter as suas aulas transferidas para o mesmo. Infelizmente, o Debate na noite do mesmo dia foi divulgado nas redes sociais e no dia seguinte através de cartazes em nosso bloco. Reconhecemos o direito do Centro Acadêmico Horácio Raccanello Filho - Direito UEM de organizar tal evento, contudo, entendemos que o mesmo não se deu de forma democrática e não contou com a participação dos acadêmicos de Ciências Econômicas desta Universidade, que como já mencionamos, legalmente representamos. Ao mencionar no convite do Debate Eleitoral os acadêmicos de Economia, entendemos que houve uma vinculação indireta, dentro de uma perspectiva de interpretação que fazíamos parte da organização, como isso claramente não é verdade, entendemos que a nossa Soberania de entidade representativa dos acadêmicos de Ciências Econômicas da Universidade Estadual de Maringá foi desrespeitada.

Temos ciência de que o referido Debate Eleitoral não passou pela referida Comissão Eleitoral, diante disso solicitamos:

1)                           Que a Comissão Eleitoral se manifeste publicamente, informando a comunidade que tal Debate Eleitoral não faz parte de seu cronograma eleitoral, sendo que esse partiu por uma iniciativa particular,

2)                           Procure através de seus legítimos instrumentos organizar um espaço para que ambas as Chapas possam efetivamente confrontar as suas ideias em um Debate Eleitoral democrático, contando em sua organização com todos os Centros Acadêmicos do CSA, dentro do possível, respeitando o já implantado calendário eleitoral.


Desde já, agradecemos a atenção da referida Comissão Eleitoral e nos colocamos a disposição de qualquer esclarecimento que se fizer necessário.

Atenciosamente,




Rafael Oberleitner Crozatti
Presidente
Centro Acadêmico de Economia da Universidade Estadual de Maringá

Visita Técnica - COCAMAR


O Centro Acadêmico de Economia "José James da Silveira" promove nesta quinta-feira, dia 26 de abril uma Visita Técnica às instalações da COCAMAR - Maringá. As vagas são limitadas.

Os Acadêmicos interessados deverão se inscrever junto à Secretaria do Departamento de Economia. 





Seguem informações:

Data: 26 de abril de 2012 (quinta-feira)
Horário: 13:30h às 16h
Saída: em frente a Reitoria da UEM
Inscrições: Secretaria do Departamento de Economia (vagas limitadas)
Valor: R$ 3,00 – pagar na hora do evento

domingo, 15 de abril de 2012

Ciclo de Análise dos Indicadores Educacionais no Paraná




A Universidade Estadual de Maringá, por meio do Departamento de Economia, promove o Ciclo de Análise dos Indicadores Educacionais no Paraná, no dia 17 deste mês. Está prevista a participação do presidente do Tribunal de Contas do Paraná, Fernando Augusto Mello Guimarães. Embora as atividades comecem às 8h30, a solenidade de abertura será às 14 horas, no auditório 13, no bloco C-34. O objetivo é disseminar informações que permitam a compreensão dos indicadores para acompanhar e fiscalizar a gestão dos recursos públicos destinados à educação fundamental no Estado.
Serão abordados temas como O Contexto da Educação Infantil no Paraná Considerando os Aspectos Socioeconômicos, Demográficos e de Gastos; Responsabilidade do Ente Municipal com Educação Infantil: receitas e gastos públicos municipais e o PIB; Indicadores e Avaliação das Políticas Públicas; Panorama Socioeconômico e Demográfico do Paraná; Análise Exploratória dos Principais Estudos sobre Indicadores Educacionais no Brasil no Período de 2001 a 2010; A Importância do Fundeb no Ensino Fundamental Municipal; Evolução dos Gastos com Educação Fundamental na Mesorregião Norte Central do Paraná de 2005 a 2009; e Recursos para Financiamento da Educação: evolução legal e a prática no município de Maringá.
Inscrições, gratuitas, podem ser feitas desta sexta-feira, dia 13, até o evento, no Departamento de Economia. Outras informações pelo fone 3011-4905.


quarta-feira, 11 de abril de 2012

Mostra de Profissões da UEM


A Universidade abriu seus portões para apresentar seus cursos de graduação para aqueles que sonham em conquistar um lugar numa das suas salas de aula. Alunos e professores explicam as características dos cursos, das profissões e do mercado de trabalho.
A Mostra de Profissões vem para apresentar os cursos da Universidade para os vestibulandos. Os pretendentes às vagas nos diversos cursos de graduação da UEM aproveitam para sanar dúvidas, conhecer cursos novos e aprender um pouco mais sobre o que é desenvolvido dentro de cada um deles. Segundo Verginia, 15 anos de Floriano, a Mostra vem a acrescentar e muito na escolha de sua futura profissão. Já Isabela, graduanda de História, acha que a mostra pouco interfere na escolha do curso, mas é produtiva por apresentar coisas que os pretendentes a vagas desconhecem.





A mostra será aberta ao público das 8 às 22 horas e contará também com apresentações culturais. Instituições de ensino que quiserem agendar a visita devem ligar no Núcleo Regional de Educação de Maringá pelos telefones (44) 3218-7137 ou (44) 3218-7136 e fazer a solicitação. Outras informações no site www.mostradeprofissoes.uem.br.

Fonte: www.uem.br

EDITAL Nº 013/2012- PEN - Abertura de seleção de MONITORIA, para o Programa de Formação Inicial (PROINICIO), da UEM, no Curso de Informática



EDITAL Nº 013/2012- PEN

A PRÓ-REITORA DE ENSINO da Universidade Estadual de Maringá, no uso das atribuições,

TORNA PÚBLICO

Artigo 1º - A abertura de seleção de MONITORIA, para o Programa de Formação Inicial (PROINICIO), da Universidade Estadual de Maringá, no Curso de Informática.
Art. 2º - Será ofertada 01 (uma) bolsa-monitoria para o primeiro e segundo semestre de 2012.
Art. 3º - Para inscrever-se, o aluno deverá atender aos seguintes requisitos:
a)    ser aluno regularmente matriculado no 2o (ou subseqüente) ano de curso de Graduação da UEM;
b)    ter conhecimento de Informática Básica (programa do curso de Informática pode ser visto em: http://www.pen.uem.br/html//modules/tinyd0/index.php?id=38&mod=5);
c)    não ser beneficiário de qualquer outro tipo de bolsa na Universidade;
d)    ter disponibilidade para dedicação de 20 horas semanais.

Artigo 4º - Os interessados devem protocolar o requerimento na DAA, dirigido à Pró-Reitoria de Ensino, no período de 10 a 16 de abril de 2012, anexando o histórico escolar.
Artigo 5º - Critérios de seleção:

- Entrevista/Prova escrita – dia 18/04/2012, 9 horas, no Núcleo de Processamento de Dados da UEM (sub-solo da BCE) – Bloco P03;

Artigo 6º - Os alunos que não se apresentarem no dia, horário e local fixado para a seleção, serão considerados desistentes.

PUBLIQUE-SE.
                                                                     
                                                                       Maringá, 09 de abril de 2012.




Profª Drª Ednéia Regina Rossi
Pró-Reitora de Ensino


domingo, 8 de abril de 2012

Mensagem de Páscoa



"A Páscoa representa a vitória da vida sobre a morte,
o sacrifício pela Verdade e pelo Amor"

Que neste dia tão especial, a união das famílias, as refeições fartas,
representem também a importância do amor pelo próximo, 
e sobretudo a fartura que também alimenta nosso espírito.

Que tantos doces, que fazem brilhar os olhos das crianças,
e adoçam nossos paladares, possam adoçar nossas vidas, 
e nos fazer lembrar o significado maior deste dia. 


O Centro Acadêmico de Economia "José James da Silveira" deseja a todos uma Boa Páscoa!

sábado, 7 de abril de 2012

22º Prêmio Paraná de Economia - CORECON PR





O Prêmio Paraná de Economia é instituído pelo Conselho Regional de Economia - CORECON-PR, na modalidade de Monografia de Conclusão de Curso de Graduação em Ciências Econômicas. O Prêmio tem a finalidade de estimular e valorizar a produção científica,propiciar a reflexão de alto nível sobre temas ligados à realidade da economia paranaense e à economia pura e aplicada, e premiar os cinco primeiros classificados em cada categoria de trabalho.




sexta-feira, 6 de abril de 2012

Movimento Estudantil do Paraná debate a Conjuntura das Universidades Públicas do Paraná na UEM

No dia 07 de março, estudantes e docentes da UNIOESTE, UEM, UEL, UEPG, UNICENTRO, FAFIPAR, UNESPAR e UENP paralisaram as atividades nas Universidades Estaduais contra o corte de verbas de custeio das Universidades. Cerca de 1000 manifestantes, em sua maioria oriundos do interior do Estado, marcharam pelas ruas de Curitiba em direção ao Palácio do Iguaçu, onde ocuparam a entrada e as calçadas, para exigir do Governo a recomposição das verbas de custeio bem como equiparação salarial dos docentes e o Plano de Carreira, Cargos e Salários dos técnicos (PCCS).

 
Em Assembleia Geral dos estudantes ficou deliberada a realização de uma Reunião conjunta entre os representantes discentes das Universidades Públicas do estado. 


A Reunião acontece hoje (6 de abril) e amanhã (7 de abril) na Universidade Estadual de Maringá, e tem por objetivo debater a Conjuntura das Universidades Públicas do Paraná e todos os temas da Agenda do Movimento Estudantil, por intermédio de um trabalho conjunto entre os DCE´s e Centros Acadêmicos do estado inteiro.



Programação do Evento:

Sexta-feira, 06/04
14h às 18h30 (com intervalo às 16h)
Conjuntura da Educação Pública no Paraná e nas IES.

Sábado, 07/04
09h30 às 12h
Assistência Estudantil.

14h - Perspectiva de Lutas no Movimento Estudantil paranaense.

Local: DCE-UEM (Bloco 06)



Nota do DCE UEM sobre o evento:





Na manifestação do dia 07 de março, os estudantes presentes em Curitiba tiraram uma reunião do movimento estudantil a nível estadual para os dias 06 e 07 de abril.

Essa Reunião tem como principal intuito fazermos um contato mais aprofundado entre as Universidades Estaduais do Paraná, conversarmos de perto sobre suas demandas, os anseios e os rumos do Movimento Estudantil.

Então, convidamos a todas e a todos para participarem desta reunião, que com certeza fará grande diferença na construção de um Movimento Estudantil forte, unido e combativo diante as ofensivas que a Educação em nosso estado vem sofrendo cotidianamente das políticas governamentais, seja estadual ou federal.

terça-feira, 3 de abril de 2012

ATO pela retomada das Pautas da Ocupação "Manuel Gutiérrez" (28 de março) - Centro Acadêmico de Economia: PRESENTE



No último dia 24 de marçofoi realizado um C.E.E.B ( relembre em nosso Blog C.E.E.B (Conselho Estudantil de Entidades de Base) neste Sábado (24/03) às 14h00 ) tendo como Pauta central a reabertura do diálogo com a Reitoria no que tange ao cumprimento das Pautas de reivindicação da Ocupação "MANUEL GUTIÉRREZ acordadas no ano passado. Tanto o Reitor da UEM, Professor Júlio Santiago, como o Secretário de Estado, Alípio Leal, assinaram o documento, se comprometendo em atender as demandas levantadas ainda em 2011.

O novo Corte do Orçamento em 2012 e as reivindicações dos Docentes e Técnicos travaram o andamento das Pautas levantadas pela Ocupação da Reitoria de 2011.

No dia 7 de março uma Comissão conversou com o Secretário Alípio Leal na SETI, em Curitiba. Uma das Pautas foi a retomada dessas discussões. O Secretário assegurou ao representante dos Estudantes, (na oportunidade ao nosso Presidente Rafael Crozatti) que passado o dia 20 de março (em caso de acordo com os Docentes - foi o que houve) o Governo do Estado retomaria esse compromisso assumido, uma vez que as Pautas são justas e possuem como objetivo melhorar a Educação no Paraná.

Passado o dia 20 de março, o Movimento Estudantil da UEM, de maneira legítima entregou ao Reitor uma Carta cobrando a retomada do cumprimento das Pautas de Ocupação "MANUEL GUTIÉRREZ.

O ATO para a entrega da Carta ao Reitor foi realizado no último dia 28 de março e teve a presença de mais de 100 acadêmicos da UEM.




A Carta foi construída no C.E.E.B do dia 24 de março. O Centro Acadêmico de Economia fez a proposição de inclusão dos seguintes itens:

Exigimos a disponibilização do orçamento gerencial da Universidade, tanto o proposto como o executado, bem detalhado, indicando a origem dos recursos (fonte) e o destino dado a eles, a partir do ano de 2009 ;

Revogação imediata do Meta 4! Posicionamento da Reitoria da UEM quanto o Decreto 3728/12.
Além de outros destaques durante o debate ocorrido no C.E.E.B.

No mesmo dia realizamos uma Assembleia de Curso com o intuito de Informar aos Acadêmicos de Economia o andamento das Pautas levantadas pelo Movimento Estudantil (Relembre no Blog: Edital de Convocação de Assembléia - CAJJS) e deliberar sobre o posicionamento do nosso Centro Acadêmico frente a essas Lutas.




Carta entregue ao Reitor - Pela retomada das Pautas da Ocupação

Ao Sr. Reitor Prof. Júlio Santiago Prates Filho
Ao Sr. Secretário da SETI Alípio Santos Leal Neto


Desde o começo de 2011 a Universidade vem passando por momentos extremamente críticos, resultante da falta de verba e do crescimento da demanda onde os recursos são escassos, e não há estrutura adequada para o bom funcionamento das atividades normais da Universidade.

A reação a esses ataques do governo e da administração da UEM, que sempre ameaçam as questões que dizem respeito aos estudantes, se deu no Movimento de Ocupação da Reitoria – Manuel Gutiérrez. Após oito dias de negociações, obtivemos o compromisso desta administração e da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI) em atender as contrapropostas apresentadas pelo Movimento.

Diferente do que tudo indicava, 2012 iniciou contraditório a todos os acontecimentos do ano anterior. A ofensiva do governo estadual em cortar bruscamente o orçamento da Universidade, o que esta administração utilizou como justificativa para atitudes como a suspensão das Bolsas Formação Acadêmica, anunciada somente nos mês de janeiro de 2012, demonstra claramente as más intenções do governo e a falta de comprometimento com a Educação Pública do Paraná.

No dia 07 de março, os estudantes desta Universidade se fizeram presentes na manifestação em Curitiba, tanto nas ruas quanto na reunião da “Comissão de Educação”, criada para a negociação dos docentes com os secretários do governo. Nesta reunião, o Secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alípio Leal, afirmou que as Pautas Acordadas do Movimento de Ocupação da Reitoria seriam retomadas após a data de 20 de março.


Tendo em vista a sinalização do próprio reitor quanto aos assuntos de contratação de funcionários, equiparação salarial docente e a suplementação orçamentária já estarem todos encaminhados, viemos por meio desta exigir que a Reitoria da Universidade Estadual de Maringá, juntamente com o Governo Estadual e a SETI:

Retome em caráter de urgência a pauta e os prazos tirados do Movimento de Ocupação – Manuel Gutiérrez

Dê um parecer em relação a todos os pontos da pauta, ressaltando em específico as questões na qual seu prazo já expirou;

Retomada da negociação com o Movimento de Ocupação Manuel Gutiérrez em relação aos prazos expirados, visando o atendimento imediato destas;

Exigimos a disponibilização do orçamento gerencial da Universidade, tanto o proposto como o executado, bem detalhado, indicando a origem dos recursos (fonte) e o destino dado a eles, a partir do ano de 2009 ;

Revogação imediata do Meta 4! Posicionamento da Reitoria da UEM quanto o Decreto 3728/12.


Exigimos que a reitoria e o governo do Estado sinalizem o atendimento das reivindicações no prazo de 15 dias. 

Desde já informamos que os estudantes possuem disposição para garantir o cumprimento da pauta a partir dos mecanismos históricos de mobilização e radicalização do Movimento Estudantil.

Em anexo segue a Pauta de Reivindicações e Decisões Acordadas, com as observações contundentes, principalmente ressaltando os prazos vencidos.

Maringá, 28 de março de 2012.


Assinam: Conselho de Entidades Estudantil de Base; DCE – Movimente-se UEM.


segunda-feira, 2 de abril de 2012

Edital de convocação das eleições da Associação de pós-graduandos (APG-UEM)





A comissão eleitoral designada para organizar as eleições para a diretoria e para o conselho fiscal, no uso de suas atribuições estatutárias convoca os associados em dia com suas responsabilidades junto a Associação de pós-graduandos da UEM (APGUEM), para participarem da eleição que definirá a Diretoria Executiva (Presidente; Vice-Presidente; Secretaria Geral; Tesouraria) e o Conselho Fiscal (3 membros) no período de maio de 2012 a maio de 2013. A Comissão Eleitoral que coordenará todas as etapas do pleito é composta pelos seguintes associados, os quais foram determinados pela Assembleia Geral Extraordinária realizada no dia 13 de março de 2012: Josimar Priori; Gustavo Piovezan; Angélica Ripari.

Conforme dispõe o Artigo 25 do Estatuto da APG e artigo 5 do regimento eleitoral, a forma de eleição, tanto da Diretoria Executiva, quanto do Conselho Fiscal consistirá na apresentação de chapas, as quais deverão conter os cargos e os nomes completos dos candidatos correspondentes. As chapas deverão apresentar cópia do documento de identidade, ou outro documento oficial com foto, e o comprovante de matrícula

expedido pela Diretoria de Assuntos Acadêmicos, setor Pós-graduação, ou pela secretária da Pós-graduação a qual o candidato é aluno. A ficha de inscrição, bem como os documentos comprobatórios deverão ser escaneados e enviados para o e-mail da comissão eleitoral, qual seja, eleicoesapg2012@gmail.com, até o prazo final das inscrições, que terá um prazo de 24 horas para confirmar o recebimento da inscrição.

As inscrições das chapas, concorrentes tanto à Diretoria Executiva, quanto ao Conselho Fiscal, deverão ser feitas mediante expediente dirigido à Comissão Eleitoral a partir da 0h00min do dia 2 de abril de 2012 até dia 13 de abril de 2012, às 23h59min. O Período de campanha eleitoral iniciará no dia 16 de abril de 2012 e findará no dia 16 de maio de 2012.

O processo eleitoral ocorrerá no dia 17 de maio de 2012, no auditório Adelbar Sampaio, no bloco F-67, da Universidade Estadual de Maringá, por meio de assembleia que se iniciará às 17h30min, conforme capítulo 24 do estatuto da APG-UEM. Cada chapa terá até vinte minutos para apresentar seu plano de trabalho antes da votação.

Podem compor as chapas de candidatos, tanto à Diretoria Executiva, quanto ao Conselho Fiscal, todos os pós-graduandos regularmente matriculado em qualquer programa de pós-graduação da UEM, conforme artigo 28 do estatuto da APG-UEM, sendo que cada candidato somente poderá participar de uma única chapa.

A eleição, tanto da Diretoria Executiva, quanto do Conselho Fiscal, será feita por voto universal, direto e aberto, somente podendo exercer essa prerrogativa o Associado no gozo de seus direitos estatutários. O pós-graduando deverá apresentar o Registro Acadêmico (RA) para ter direito a votar.

Não será permitido, em qualquer hipótese, o voto por procuração.

São inelegíveis para quaisquer cargos da Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal, além daqueles impedidos por Lei, os condenados à pena que vede, ainda que temporariamente, o acesso a cargos públicos, ou por crime falimentar, de prevaricação, suborno, concussão, peculato ou contra a economia popular e a fé pública.

Os integrantes da Comissão Eleitoral não poderão ser candidatos à Diretoria Executiva nem ao Conselho Fiscal, dissolvendo-se esta logo em seguida à cerimônia de posse, após a regularização dos documentos das chapas proclamadas eleitas.